Associação Protectora de Animais do Cadaval

Urgente – ajude quem sempre ajudou!

Posted by apacanimaiscadaval em Abril 8, 2014

CAES CARMENAjude quem sempre ajudou!
Senhora que dedicou a sua vida aos animais precisa de ajuda.

Caros amigos,
Eu sou a pessoa que tem ajudado a divulgar os animais que vão sendo abrigados na casa de uma senhora com quase 70 anos e que mora sozinha.
Toda a vida tem recolhido animais de rua e tratado deles com uma mísera reforma, e suportando denúncias constantes por parte de um vizinho. Muitos gatos e cães que apareceram feridos, maltratados, atropelados passaram pela sua casa.
As pessoas abrem-lhe a porta do corredor e abandonam lá os seus próprios animais.
Muitos foram adoptados, outros acolhidos pela Associação local (APAC) mas, neste momento a senhora adoeceu bastante e vai tratando deles conforme pode. Quando não consegue sair da cama , vou lá eu tratar dos animais…
Foi numa destas vezes que me apercebi que estes animais já não podem continuar ali. Apesar de serem muito dóceis, brigam constantemente entre eles e ela já não tem força para separá-los,havendo por isso o sério risco de se matarem uns aos outros. Uns não deixam comer os outros senão houver supervisão de alguém. Além disso, as limitações físicas da senhora são por demais evidentes. Neste momento tem vários gatos para adopção, mas o problema está principalmente nos cães. Os cinco últimos dias que lá fui, foram dias marcados por “uma grande pilha de nervos”! Andei a separar brigas entre cães.
A associação local está abarrotar e não tem meios de albergar mais nenhum. Neste momento são oito os cães que estão para adopção urgente.
Por favor, se tem um espaço e amor para dar a um destes cães, ajude adoptando algum deles. Esta senhora dedicou toda a sua vida aos animais mas já não consegue continuar a fazê-lo.
Atenção: apesar da urgência, procuramos donos responsáveis, afinal eles já foram vítimas de abandono e de maus tratos, não queremos que voltem a passar por mesmo. Adopção mediante assinatura de um termo de responsabilidade.
Se está interessado em adoptar contacte-me através do telf. 965646063 (senão atender, por favor deixe mensagem, obrigado).
Senão puder adoptar, por favor, ajude a divulgar. Obrigado!

Descrição: ACTUALIZADO  23/07/2014

 Apolo – Meigo, obediente e sociável. Cerca de 3 a 4 anos de idade e de porte médio. Encontrado na auto estrada(A8), em risco eminente de ser atropelado. PARA ADOPÇÃO – ACOLHIDO NA APAC

Estrela – Meiga, sociável, adora a companhia de humanos. Cerca de 6/7 anos de idade,  porte pequeno/médio. Deixada ao pé de um lar do concelho do Cadaval. Dá-se bem com a maioria dos animais.

Snow – Meigo e dócil com os humanos mas refilão com outros cães na hora de comer. Cerca de 6 de idade e de porte pequeno. Encontrado a desorientado na estrada principal entre Cadaval/Bombarral.

Salomé – Muito traquina e brincalhona mas tímida e fugidia com os humanos.  Cerca de 3/4 anos de idade e de porte médio. Encontrada a vaguear pelas ruas do Cadaval e em risco de ser atropelada.

Bóris – Meigo, carente e sociável. Cerca de 6 anos de idade, porte médio.Encontrado ao pé do Intermarché do Cadaval com uma pata ferida numa noite chuvosa e fria, estava completamente desolado. É um pouco refilão com outros cães na hora da refeição. EM FAMÍLIA TEMPORÁRIA

Lucy – é uma cadelinha sossegada, que adora o seu cantinho longe das confusões com os outros cães. Extremamente meiga, obediente, ideal para estar dentro de casa a fazer companhia a um idoso. Cerca de 7 anos de idade e de porte pequeno/médio. Encontrada no pinhal ao pé da antiga lixeira, vinha atrás dos carros que por ali passavam.Dá-se bem com a maioria dos animais. PARA ADOÇÃO – ACOLHIDA NA APAC

Ken – Meiguíssimo, sociável e até submisso com os humanos, cerca de 2 a 3 anos de idade e de porte médio.É  Cruzado de labrador, foi encontrado no início de Março, na estrada próximo da Quinta do Pombo Cadaval. Trazia coleira e uma corrente partida ainda estamos à procura do dono. ADOPTADO

Ossos – Meigo, sociável e tem cerca de 7 anos de idade. Encontrado num estado lastimável, ferido e muitíssimo magro, a pontos de não conseguir andar. Ainda tem esperança de ter uma casa só para ele.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
%d bloggers like this: